16 Julho 2019
COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA
SANITÁRIA

Vigilância Sanitária dá dicas para a população na hora de comprar produtos

Olhar o prazo de validade e a presença do selo de inspeção federal (SIF), são cuidados valiosos

As festas de Natal e de Ano Novo têm um significado muito especial para os brasileiros e, para comemorá-las, donas de casa capricham na escolha dos cardápios. Mas é preciso muito cuidado na hora de fazer as compras dos ingredientes, para que a comemoração não seja ofuscada por problemas causados pela comida.

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Sanitária (Visa) alerta sobre os cuidados que a população deve ter para garantir a segurança na hora de comprar os produtos que vão para a mesa nas festas de fim de ano, para que não haja riscos de contaminação.

De acordo com as orientações da Vigilância Sanitária, ingredientes de origem animal, como chester, tender, lombo suíno, peixe, peru e frango precisam ter o selo do Serviço de Inspeção Federal (SIF) na embalagem, pois é ele que comprova que estes alimentos passaram por procedimentos de produção estabelecidos pelo governo.

“Ao pegar o produto é importante observar a data de validade, as condições de armazenamento e a temperatura de conservação, que costuma vir descrita na embalagem. Também é indispensável que a embalagem esteja intacta, sem furos, rachaduras e sem que estejam amassados, pois qualquer alteração pode interferir na conservação do alimento, o que pode trazer riscos para a saúde do consumidor”, explica a fiscal sanitária do município, Maria Inês Santos.

A fiscal destaca que em relação ao prazo de validade, ele deve ser seguido à risca. “Fiquem alertas com as promoções, porque muitos estabelecimentos baixam bastante o preço dos alimentos quando a data de vencimento está próxima. A nossa orientação é que se consuma o produto apenas até o dia marcado na embalagem”, ressalta.

Ao preparar os alimentos, além das dicas básicas de higiene, como lavar as mãos antes do manuseio dos produtos, manter o ambiente limpo e lavar bem os utensílios de cozinha que serão utilizados, Maria Inês aconselha ainda a não deixar o produto em temperatura ambiente por mais de uma hora sem temperá-lo, a não ser que ele esteja congelado.

Outro alerta importante é sobre alimentos como amendoins, castanhas, nozes e pistaches, que podem conter substâncias nocivas que se desenvolvem quando o produto não foi bem secado após sua colheita. Neste caso, a Vigilância aconselha a comprá-los empacotados, com informações de procedência e fiscalização na embalagem. 

Sobre Vigilância em Saúde

Garantir a saúde por meio da vigilância e monitoramento de impactos, visando melhorar qualidade de vida à população cuiabana.